domingo, 12 de julho de 2009

Dia I

A escrivaninha é branca
O armário é branco
O teto é branco
A cortina é cinza
O asfalto é cinza
O lençol é cinza
Um cinza esbranquiçado como a fumaça
Um branco acinzentado como a vidraça:
que é parede.
Minha parede cristalizada...

Um comentário:

Autoficção - Carla Fernanda disse...

Lembre-se que o branco pode tornar-se uma obra de arte... uma tela em branco é só uma tela, até alguém toca-la e criar sobre ela. O branco que parece triste, pode tornar-se arte assim que quiseres.