terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Não-poesia

Não é pura ironia?
Falar de ecologia
quando a fumaça que anuncia
é a mesma que cria?
É como isto: sem autonomia
Uma rígida poesia!


Uma rima deveria
Extrapolar o que cria
E não repetiria
Palavra que vicia.


Olha que mesquinharia!
Escritos da maquinaria
Molde de mente vazia:
"Na internet nada se cria, tudo se copia".
Que absurdo, eu diria!


E você indagaria?
Até quando leria?


Se eu te desse palavras que se desconhecia?

Um comentário:

Augs disse...

Um comentário não-poético:
Foda. Fodapracaraleo!